Carreira em Y: entenda o que é e suas possibilidades para os profissionais

Carreira em Y

Ao iniciar a carreira profissional, a maioria das pessoas imagina que para alcançar um cargo de sucesso ou um salário satisfatório precisará ocupar no futuro posições de liderança como gerência ou diretoria. Porém, a carreira em Y surgiu para mudar essa realidade. 

Algumas empresas já enxergaram esse problema em seus planos de carreira e encontraram alternativas para seus colaboradores. 

Apostando assim, na “carreira em Y”, que tem como objetivo principal oferecer duas oportunidades de crescimento para os profissionais. Uma delas é voltada para os cargos tradicionais de liderança e a outra para funções de especialista. 

É sobre esse tema que falaremos neste artigo. Você vai entender todas as vantagens de aplicar a possibilidade de carreira em Y na sua companhia. Durante o texto, vamos responder:

  • O que é carreira em Y?;
  • Por que carreira em Y?;
  • Quais os caminhos que ela permite?;
  • Quais as características necessárias para cada perfil?;
  • Quais os principais benefícios de oferecer carreira em Y?;
  • A carreira em Y auxilia na retenção de talentos?

Então, vamos lá!

O que é carreira em Y?

A carreira em Y é uma forma de plano de carreira, no qual a empresa, ao promover um profissional, oferece dois caminhos de crescimento: cargo de gestão ou especialista na área. 

O objetivo é possibilitar que o colaborador possa crescer na instituição, sem precisar, necessariamente, ocupar um cargo de liderança, principalmente, porque muitas pessoas acreditam não ter o perfil necessário para serem gestores

Desta forma, todos os profissionais possuem uma chance de alcançar melhores salários, benefícios e condições de trabalho, sem necessariamente precisar desenvolver habilidades de liderança.

Desta forma, é possível valorizar tanto o profissional que exerce as funções de operacionalização do serviço quanto gerencial, ampliando as oportunidades dentro da companhia. 

Por que carreira em Y?

Ao longo dos anos, as empresas perceberam que precisavam inovar para se manterem competitivas no mercado. Para isso, novas ideias dentro dos serviços já prestados ou produtos oferecidos tinham que ser desenvolvidos. 

Foi aí que algumas companhias começaram a perceber que determinados profissionais se destacavam nessa área, sempre se aprofundando em alguma área, buscando conhecimento e dando soluções para as principais demandas. 

Entretanto, esse colaborador, na maioria das vezes, não ocupava um cargo à altura do seu trabalho realizado, porque a carreira tradicional costuma valorizar apenas os cargos de liderança. 

Sendo assim, esse era o único caminho de crescimento entendido por empregadores e colaboradores. Porém, dentro dessa nova realidade competitiva do mercado, contar com profissionais especialistas passou a ser essencial, o que fez surgir a carreira em Y. 

O modelo ganhou esse nome de forma simbólica, pois todo colaborador segue um caminho linear até o ponto que permite, ao ser promovido, escolher para qual lado do caminho deseja seguir: cargo de gestão ou de especialista. 

Logo, o Y simboliza essas duas possibilidades de carreira. 

Quais os caminhos que ela permite?

Como explicado no item anterior, a carreira em Y, resumidamente, é a possibilidade de crescimento profissional por dois caminhos diferentes: cargos de gestão ou de especialista. 

  • Cargos de gestão: esse é o modelo de crescimento tradicional, no qual o profissional que se destaca passa a ocupar cargos de liderança, como coordenadoria, gerência ou diretoria. 
  • Especialista: essa opção é para os colaboradores que possuem um perfil mais técnico, de pesquisa, conhecimento e inovação. Possibilita a especialização em um determinado setor, auxiliando no processo de desenvolvimento de produtos ou projetos. 

Essas duas trajetórias distintas nas empresas, permitem que as características e habilidades de cada colaborador sejam aproveitadas de maneira eficiente. 

Não limitar as possibilidades de crescimento profissional auxilia não apenas o funcionário a buscar seu desenvolvimento, mas também a empresa em diminuir o turnover e aumentar a produtividade e assertividade das equipes. 

Quais as características necessárias para cada perfil?

Já falamos por aqui que nem todos os profissionais possuem perfil para assumir cargo de liderança. Isso ocorre porque algumas características são quase que obrigatórias para quem almeja comandar uma equipe

Muitos profissionais preferem se dedicar à execução de tarefas e se especializam em determinada área. 

Essa segunda categoria acabava perdendo oportunidades de promoção de carreira por não desejarem se tornar líderes ou por não se destacarem com as habilidades necessárias. 

Foi diante deste panorama que nasceu a carreira em Y, que cria oportunidades de crescimento para todos os tipos de colaboradores. Para saber de qual lado do Y você ou seu colaborador se encaixa, entenda melhor as características de cada função:

  • Cargo de gestão: para ocupar um cargo de liderança, é extremamente importante que o profissional se identifique com as funções de gestores. É preciso ter habilidade, antes de tudo, de lidar com o ser humano, pois será necessário incentivar, delegar funções, motivar e identificar o perfil de cada colaborador. Vale destacar que nem sempre um colaborador que se relaciona bem com toda a equipe, se tornará um bom líder

 

  • Especialista: esse profissional tem ânsia pela inovação e busca contínua pela resolução de problemas. Possui bastante conhecimento técnico na área de atuação, gosta de resolver desafios e costuma realizar a operacionalização do serviço com excelência. 

Quais os principais benefícios de oferecer carreira em Y?

Não apenas os colaboradores são beneficiados ao serem valorizados com a possibilidade de escolher entre duas opções de crescimento na empresa. 

As companhias que optam por oferecer a promoção de carreira em Y, certamente, terão uma série de benefícios a médio e longo prazo.

As vantagens vão desde a valorização e respeito às diferenças até o aumento da produtividade, que costuma resultar em maior lucratividade para o negócio. Vamos explicar abaixo o motivo desses benefícios da carreira em Y. 

Aumento da produtividade

Quando um profissional realiza uma função pela qual tem identificação e facilidade em realizar as tarefas, a tendência é que a jornada de trabalho seja mais produtiva. 

Além de fazer um bom trabalho, também costuma levar um tempo menor para terminar as atividades. Outro ponto que aumenta a produtividade do profissional é a motivação, pois, ao ocupar um cargo que seja compatível com suas características, o colaborador fica mais feliz

Logo, um especialista terá mais disposição para fazer suas funções técnicas, de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. 

Por outro lado, se a única possibilidade de crescimento na empresa fosse aceitar um cargo de liderança, a probabilidade de realizar um trabalho ruim ou acabar pedindo demissão por não estar feliz no trabalho seria muito maior. 

Maior índice de satisfação

Uma das maiores preocupações das empresas é sobre o seu índice de turnover, ou seja, de rotatividade e desligamento de colaboradores. 

Normalmente, uma companhia que tem um alto número de turnover costuma não ser vista com bons olhos pelos candidatos e pelo mercado. Neste artigo, em nosso blog, falamos um pouco sobre o índice de turnover.

Certamente, profissionais que ocupam cargos, realizam funções com as quais se identificam e se sentem valorizados pela empresa tendem a se manter mais tempo no emprego. 

Isso ocorre porque o colaborador não sente a necessidade de buscar melhores oportunidades, seja do ponto de vista de salários e benefícios ou de realização no trabalho. 

Desenvolvimento de competências

Como já falamos anteriormente, ao iniciar uma carreira, os candidatos imaginam que a única maneira de crescer na profissão é ocupando um cargo de liderança no futuro. 

Mesmo entrando em empresas com cargos técnicos ou de analista, por exemplo, a expectativa é de que ao ser valorizado, chegue a um posto de gestão. Porém, nem todas as pessoas possuem perfil de líder. 

Para ser gestor, é necessário ter competências e habilidades específicas, como a capacidade de manter relações interpessoais. Quando um profissional aceita este cargo de gestão, sem ter o perfil ideal, a probabilidade é de que não tenha um bom desempenho. 

Mas, se o colaborador que se destacou tiver a oportunidade de utilizar todo seu conhecimento em uma área para inovar, desenvolver novos produtos ou ajudar na pesquisa, essas competências que o fizeram chamar a atenção dos gestores serão mais desenvolvidas. 

Tudo isso sem deixar de se sentir valorizado pela empresa e ocupando um cargo que ofereça oportunidades de estabilidade financeira. Recebendo salários e benefícios correspondentes à excelência de trabalho que entrega.

Respeito às diferenças

A carreira em Y tem uma característica bastante importante e que valoriza muito as empresas perante o mercado e os candidatos: o respeito às diferentes características e habilidades dos colaboradores.

Assim como em qualquer outro setor da vida, as pessoas são diferentes e, por isso, não devem ter apenas uma opção para crescer profissionalmente. 

A carreira em Y permite que as pessoas sejam valorizadas pelo que são, melhorando, inclusive, o bem-estar entre os integrantes da equipe. 

A carreira em Y auxilia na retenção de talentos?

A resposta é sim. A carreira em Y permite que as pessoas ocupem cargos com que se identificam mais, sem precisar renunciar a melhores salários.  

A valorização dada pela empresa faz com que o profissional se sinta motivado e contribui com a retenção de talentos. Trocar de trabalho passou a não ser mais uma necessidade, nem por melhores remunerações ou por infelicidade na função. 

Como puderam perceber, a carreira em Y surgiu de uma necessidade de valorizar os profissionais que se destacavam na equipe, mas que não queriam ou não se identificavam com cargos de gestão. 

Daí, nasceram os especialistas, que possibilitaram uma nova forma de crescimento de carreira, como citamos ao longo deste artigo. 

 

Gostou deste conteúdo? Então, não deixe de compartilhar com seus amigos em suas redes sociais.

Confira outros artigos que você pode se interessar