Como economizar energia elétrica? Confira 10 dicas para aplicar no seu dia a dia

Como economizar energia elétrica

A conta de luz no Brasil é uma das mais caras do mundo, o país está em 14º neste quesito, considerando os países da Agência Internacional de Energia (AIE). Por esse motivo, o brasileiro precisa saber como economizar energia elétrica para que ela não comprometa as finanças

Em julho, a conta de luz sofreu um novo reajuste de 52%, já que Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acionou a bandeira vermelha patamar 2 para reduzir a crise hídrica no país. 

Com isso, a cobrança extra na conta de luz passou, a cada 100 kWh de consumo, de R$ 6,24 para R$ 9,49. A pergunta que fica é: como economizar energia elétrica mesmo nesse cenário? 

Para te ajudar a reduzir o impacto do aumento no valor da conta de luz, neste artigo você vai entender: 

  • Como funcionam as bandeiras de energia elétrica?; 
  • Em qual horário a energia é mais cara?;
  • Quais equipamentos mais consomem energia?;
  • 10 dicas para economizar energia elétrica

Boa leitura! 

Como funcionam as bandeiras de energia elétrica?

Desde 2015 o país utiliza, mensalmente, um sistema de bandeiras para definir os acréscimos da conta de luz. 

Definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e, informado todos os meses aos consumidores, é pela cor da bandeira que o cliente sabe se está pagando um valor extra npela energia elétrica que consome. Por isso, é muito importante estar atento a esse anúncio mensal. 

As cores das bandeiras no país variam de acordo com o custo de geração de energia para o Sistema Interligado Nacional (SIN), em relação à quantidade e disponibilidade de água nos reservatórios. As cores são: 

  • verde: valor da conta normal, sem acréscimos;
  • amarelo: sinal de alerta e acréscimo de R$ 1,874 a cada 100 kWh de consumo; 
  • vermelho patamar 1: Condições desfavoráveis para geração de energia e acréscimo de R$ 3,971 a cada 100 kWh de consumo;
  • vermelho patamar 2:  Condições ainda mais desfavoráveis e acréscimo de R$ 9,492 a cada 100 kWh de consumo.

Em qual horário a energia é mais cara?

Com certeza você já ouviu dizer que existem períodos do dia em que a energia é mais barata, ou seja, em que o consumo é menor e, de fato, isso existe. No Brasil existem dois períodos a se levar em conta, são eles: 

  • Fora do horário de pico: período em que a energia é mais em conta. 
  • Dentro do horário de pico (horário de ponta): período em que a energia é mais cara, já que mais pessoas estão consumindo-a no país, com banho, TV ligada, etc. Considera-se o horário de pico entre 18h e 21h. 

Sabendo disso, aproveite o período que fica fora do horário de pico para lavar roupa, passar ou tomar banho. Assim, você pode economizar no consumo e na sua conta ao final do mês. 

Quais equipamentos mais consomem energia?

Saber como economizar energia elétrica passa primeiro pelo conhecimento de quais os equipamentos que mais impactam na conta de luz. Afinal, se você sabe o que gasta mais, pode realizar os cortes no consumo e fazer uma economia mais assertiva.

Você sabe quais equipamentos consomem mais energia na sua casa? Abaixo  fizemos uma lista com 5 deles e quanto eles consomem em média. 

  • ar-condicionado – Potência média (varia entre 1000 e 2100 watts); 
  • chuveiro elétrico  – Potência média (3500 watts); 
  • geladeira – Potência média (200 watts); 
  • máquina de lavar – Potência média (500 watts); 
  • ferro de passar – Potência média (1000 watts);

 Para calcular o consumo médio mensal de cada equipamento utilize a seguinte fórmula abaixo: 

  • Potência do equipamento (W) x Nº de horas utilizadas x Nº de dias de uso ao mês / 1000

10 dicas para economizar energia elétrica

O consumo sustentável e consciente de energia fará com que a sua conta de luz não pese no bolso. Qualquer desperdício neste sentido, principalmente em função do aumento das tarifas com a bandeira vermelha, pode pesar no bolso ao fim do mês. 

Então, quais alternativas para lidar bem com o aumento da conta de luz e como economizar energia elétrica? Confira abaixo algumas dicas práticas de economia neste sentido. 

1. Use a luz natural 

Uma das dicas mais recorrentes quando falamos em como economizar energia elétrica é aproveitar ao máximo a luz natural. Além de trazer mais benefícios aos nossos olhos e corpo, esse é um grande diferencial para conter os gastos excessivos na conta. 

Abra as cortinas e janelas para aproveitar a luz natural e priorize ambientes bem iluminados para trabalhar ou ler. Cada minuto que você troca a luz artificial pela natural pode aliviar e bem o seu consumo e consequentemente o preço da sua conta de luz. 

2. Não deixe os equipamentos em stand-by 

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Akatu mostrou que os aparelhos em stand-by respondem por 12% do consumo total da residência. Sabendo disso, desligar os aparelhos da tomada quando não estão em uso pode fazer a diferença na economia de luz. 

Isso porque, quando eles estão nesse chamado “modo de espera” continuam consumindo energia constantemente. Por isso, se você quer economizar, ainda mais na bandeira vermelha, desligue da tomada tudo que não está utilizando. 

3. Opte pelas lâmpadas de LED 

A lâmpada de led pode trazer uma economia de até 80% em relação às incandescentes e 30% em comparação às fluorescentes. No consumo total, estima-se que a economia, para quem usa esse modelo de lâmpada, pode chegar a 20%. 

Sendo assim, trocar as lâmpadas convencionais da casa pelas de LED pode demandar menor consumo e é uma boa opção para quem quer saber como economizar energia elétrica no dia a dia. 

4. Diminua o tempo dos banhos

O chuveiro elétrico é um dos equipamentos que mais consome energia dentro de uma casa. Se a sua família toma 4 banhos diários, de 15 minutos cada, é possível que o gasto possa ser de até R$ 106,00/mês. 

Esse valor considera o chuveiro na posição inverno com gasto de 33 amperes (4200W). Isso corresponde a R$ 3,56 por hora. Por isso, para quem deseja saber como economizar energia elétrica, o primeiro passo é diminuir o uso do chuveiro

Isso quer dizer reduzir o tempo dos banhos, escolher um chuveiro econômico, utilizá-lo na função verão e se possível diminuir o número de banhos no dia. Adotando essa prática, você estará economizando tanto na sua conta de luz como na de água. 

5. Controle o uso do ferro 

O ferro elétrico costuma corresponder a 7% do consumo total da conta de energia para quem o utiliza com frequência. Sabendo disso, uma das alternativas na lista de dicas de como economizar energia elétrica é controlar o uso do ferro. 

Por isso, evite usá-lo todos os dias e priorize por juntar o máximo de roupas possível para passá-las todas de uma vez. Além disso, é fundamental utilizar o seletor de temperatura corretamente para cada modelo de roupa, já que assim o consumo será menor. 

6. Otimize o uso da máquina de lavar 

Junto com o ferro de passar a máquina de lavar ocupa um bom espaço no consumo mensal de energia da casa. Por esse motivo usá-la da forma correta pode ser um grande passo no caminho de como economizar energia elétrica. 

Otimize seu uso lavando várias peças ao mesmo tempo, isso quer dizer que o ideal é acumular uma boa quantidade de roupa para lavá-las, ao invés de ligar a máquina diversas vezes na semana.

Evite utilizar a opção “duplo enxágue” para que a máquina não fique muito tempo trabalhando, para isso dose o uso do sabão e amaciante. Limpe com frequência o filtro da máquina e opte sempre pela água fria e não quente. 

7. Conserte problemas elétricos na casa 

Um dos grandes problemas de uma conta de luz alta, pode estar na uma fiação defeituosa da casa. Qualquer contratempo neste sentido pode aumentar e muito o valor da conta de luz, consumindo carga constantemente de forma desnecessária. 

Portanto, se perceber algum problema nos interruptores, em aparelhos que desligam sozinhos, mal contato nas tomadas e lâmpadas, chame imediatamente um profissional para revisar a rede elétrica da casa e identificar se há algum problema

8. Feche a geladeira 

A geladeira não é um item econômico quando o assunto é o consumo de energia, principalmente porque é necessário mantê-la ligada 24h por dia. Contudo, existem diversas ações possíveis para reduzir o consumo desse equipamento. 

Algumas das alternativas para reduzir os gastos com a geladeira são: checar a borracha de vedação das portas, evitar abrir a porta sem necessidade, nunca utilizar a parte de trás para secar roupas e fazer manutenção periódica, conforme o modelo do equipamento.  

9. Desligue a TV

Muitas pessoas têm o hábito de deitar na cama para dormir e manter a TV ligada, o grande problema é quando a pessoa dorme e o equipamento fica ligado a noite toda. Se você busca formas de como economizar energia elétrica corte esse mau hábito pela raiz. 

Evite ir dormir com a TV ligada, e se o fizer, não esqueça de ligar o timer e programá-la para desligar automaticamente. Essa pequena mudança pode fazer uma grande diferença no seu consumo de energia e é claro pode diminuir o peso financeiro no seu bolso. 

10. Reduza o uso do ar-condicionado 

Quando se trata de como economizar energia elétrica, não dá para deixar de mencionarlado o uso do ar-condicionado. Esse equipamento é visto como um dos principais vilões para quem deseja diminuir o valor da sua conta de luz

Se você faz o uso rotineiro do ar-condicionado, então é melhor se atentar a essas dicas para não transformá-lo no inimigo da sua economia.

  • Não utilize o ar-condicionado em dias de temperaturas mais amenas. 
  • Mantenha portas e janelas fechadas quando ele estiver ligado.
  • Limpe o filtro com frequência para que o temporizador funcione corretamente.
  • Opte pelos modelos que utilizam a tecnologia inverter, que costuma oferecer 40% mais economia de energia que os modelos tradicionais. 

Entendeu o porquê é importante fazermos o uso consciente e sustentável de energia elétrica no dia a dia? 

Além de estarmos contribuindo com o planeta, reduzindo o uso de recursos naturais, essa redução nos gastos pode trazer uma grande economia no orçamento familiar. 

 

Se você gostou deste artigo, siga o Xerpay nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e fique por dentro de mais conteúdos como esse. 

Confira outros artigos que você pode se interessar