Dicas de como juntar dinheiro para casar: aprenda a planejar esse momento

como juntar dinheiro para casar

Quem nunca sonhou em fazer os votos para o seu grande amor? Acontece que, para muitos, a frase “prometo amar e respeitar na riqueza e na pobreza” já é um empecilho antes mesmo do casamento. 

Mas não deixe que a organização financeira seja uma pedra no seu caminho. Apresentamos aqui importantes dicas de como juntar dinheiro para casar!

De fato, uma cerimônia de casamento com tudo que os noivos têm direito exige um investimento que muitas vezes pode parecer impossível

Contudo, como você verá no decorrer do artigo, juntar dinheiro para casar não é um bicho de sete cabeças, e vamos provar isso para você.

Roupas, maquiagem, cabeleireiro, aliança, cerimonialista, documentação, decoração, aluguel de salão, comes e bebes,  músico… 

A lista de demandas parece que não acaba e o orçamento pode ser exorbitante se mal planejado. Mas, nada que uma boa estratégia de como guardar dinheiro para casar não resolva.

Afinal, tudo tem seu jeito, desde que se aplique a inteligência financeira no momento de organizar a cerimônia de casamento.

Neste artigo, apresentamos algumas ideias para juntar dinheiro para casar. A seguir, você lerá:

  • Gastos indispensáveis para a cerimônia;
  • Gastos dispensáveis para a cerimônia;
  • Como calcular o teto de gastos;
  • Quanto dinheiro é suficiente para um casamento?;
  • Melhores dicas de como juntar dinheiro para casar;
  • Invista em uma vida longa ao casal!

Leia o artigo completo e descubra como e quanto juntar dinheiro para casar:

Gastos indispensáveis para a cerimônia

Entre as diferentes possibilidades de o que se deve ter em um casamento, algumas são realmente necessárias. 

Definir aquilo que é importante para o casal é o primeiro passo para materializar o orçamento e estipular quanto juntar para casar.

Cerimonialista

Esse é um gasto que não dá para evitar. O cerimonialista é o responsável por organizar todos os detalhes do evento principal, então nesse ponto é necessário desembolsar. 

Assim, faça uma pesquisa do valor de profissionais que prestem o serviço com qualidade, mas sem exageros, compare os preços e escolha aquele que apresenta o melhor custo-benefício.

Decoração

Uma cerimônia de casamento sem flores e velas não é uma verdadeira celebração. 

Dessa forma, este é um gasto indispensável, mas que pode ser econômico. Para reduzir os custos, procure floriculturas locais e faça orçamentos de pacotes de produtos em pequenos negócios 

Penteado e maquiagem

Também não dá pra abrir mão da preparação da noiva. Para o casamento ser magnífico é necessário esses cuidados com a beleza

Mas, sem dúvida, aquela vizinha maquiadora ou a cabeleireira da rua debaixo irão fazer um ótimo preço para o casal quando eles chegarem no estabelecimento com o convite para o casamento em mãos.

Músico

Um bom músico não pode ficar de fora, mas é possível já acrescentar esse gasto na contratação do cerimonialista, então considere isso quando for escolher um dentre as opções disponíveis. 

Um pacote cerimonialista + músico pode sair mais barato do que contratar cada um separadamente.

Gastos dispensáveis para a cerimônia

A seguir, você vai encontrar uma lista de itens que são essenciais para o casamento, mas que podem ter custos reduzidos, diminuindo assim o quanto é necessário juntar para casar.

Roupas

Nem sempre é necessário alugar ou comprar a roupa. Procure a sua rede de apoio, é muito possível que amigos ou familiares tenham guardado as roupas de seus casamentos e não tenham restrições para emprestar. 

Além disso, uma boa costureira pode fazer os ajustes necessários cobrando somente 10% do valor que seria gasto alugando um vestido e um smoking em uma loja especializada.

Aliança

Manter a tradição de passar o anel de pai para filho pode ser uma boa pedida para não ter que investir em uma nova joia.

Local da festa

Não há necessidade de alugar um salão. A festa depois da cerimônia pode ser limitada para os convidados mais íntimos e você pode optar por celebrar em sua própria casa. 

Se não houver espaço suficiente no seu lar, é possível solicitar a um amigo ou familiar que tenha disponível um espaço mais adequado.

Documentação

Legalizar o casamento é indispensável, mas há vias para a isenção de taxas. Informe-se sobre os seus direitos junto ao cartório de sua cidade e seja feliz!

Buffet

Se o dinheiro está realmente curto, não há necessidade de gastar com buffet. Junte os amigos e familiares mais confiáveis e distribua as produção dos comes e bebes. 

Eles podem te oferecer o bolo, os doces, salgados e tortas de qualidade como presente de casamento.

Como calcular o teto de gastos?

Agora que você especificou com o que gastará e quanto gastará em cada serviço, fazendo pesquisa de preços e pedindo a ajuda de amigos e familiares, chegou o momento de organizar as finanças.

Coloque tudo em uma planilha e veja o valor exato necessário para cobrir todas as despesas. Assim, você conseguirá visualizar, pela primeira vez, o orçamento total da tão desejada cerimônia.

Em seguida, será necessário estipular qual o valor mensal que você pode guardar para casar. Para isso é preciso calcular quanto é possível poupar do salário.

Feito isso, você consegue entender em quantos meses você consegue levantar o valor total para cobrir o orçamento. 

Não se esqueça que esse gerenciamento financeiro tem que ser feito entre o casal.

Quanto dinheiro é suficiente para casar?

Se você considerar o que é realmente necessário para o seu casamento, equilibrando o que são os desejos e o que é realmente possível, o valor que você precisará juntar para casar não será exorbitante.

Há casamentos que, juntando cerimônia e festa, os gastos ficam entre R$20.000,00 e R$60.000,00.  

Para fazer esse levantamento e saber exatamente quanto juntar para casar é preciso listar todos os serviços que o casal considera essenciais.

Faça os seus cálculos e comente aqui conosco o orçamento a que você chegou. Assim podemos ir compartilhando as possibilidades de precificação.

Melhores dicas de como juntar dinheiro para casar

Posto tudo no papel e sabendo quanto juntar para casar agora é a hora de aplicar ideias para juntar dinheiro para casar. Confira cinco dicas e coloque o seu plano em ação!

1. Enxugue os gastos mensais

Encontre estratégias para economizar nas compras de supermercado. Vá fazer compras com a lista pronta e se atenha a ela, essa é uma maneira de não adquirir produtos que não sejam realmente necessários para o dia a dia. 

Escolha a marca e o tipo de produto por preço, compre hortifruti direto do produtor e dê preferência para produtos da estação, por exemplo. Além disso, opte por cozinhar com mais frequência ao invés de consumir alimentos prontos.

Claro que dá para economizar no supermercado, mas ainda assim é um gasto do qual não dá pra fugir. No entanto, há outros gastos que fazem parte do nosso cotidiano, mas que podemos simplesmente suprimi-los

Usar o carro ao invés de caminhar em curtas distâncias, comprar produtos por impulso, comer em restaurantes e sair de casa com mais frequência do que realmente é necessário são atos que você deve eliminar do seu cotidiano.

Essas são algumas dicas básicas de educação financeira e que podem ser cruciais para quem deseja saber como guardar dinheiro para casar.

2. Aumente a sua renda

Uma maneira de cobrir os gastos do casamento sem prejudicar o seu estilo de vida é procurando investimentos ou trabalhos temporários para aumentar o seu ganho mensal.

Todo dinheiro extra que entrar você já separa para destinar para o casamento, assim, você tem a opção de guardar dinheiro para casar, mas não abre mão de gastos que considera essenciais.

3. Faça investimentos rentáveis

Há opções de administração financeira mais rentáveis que a poupança

Se você planejou o casamento, calculando teto de gastos e estipulando o valor do investimento mensal, isso significa que você pode criar uma projeção de quanto tempo você precisa para juntar o dinheiro.

Assim, nesse meio tempo, você pode optar por investir o dinheiro que já tem guardado, com consciência e organização, de maneira a fazê-lo render mais do que renderia em uma poupança comum.

4. Planeje junto com seu/sua parceiro(a)

Planejar o casamento já é uma boa oportunidade para começar a pensar enquanto um casal. Juntar dinheiro para casar em dupla pode ser muito mais fácil e já é uma fase de teste para o planejamento familiar.

Considere que fazendo uma ação conjunta as possibilidades se multiplicam e todas as dicas apresentadas aqui serão feitas considerando as experiências de vida dos dois. 

Isso facilita e muito no momento de determinar a margem de dinheiro disponível para guardar para o casamento.

Para te ajudar, confira o artigo: 25 passos de como ser um bom administrador do próprio dinheiro. Nesse texto você encontra passos importantes para te ajudar a administrar o dinheiro, assim você pode convidar o seu futuro marido ou esposa para fazer uma administração conjunta!

5. Não faça dívidas novas!

É extremamente importante fazer o planejamento do casamento dos sonhos sem ficar no vermelho depois. 

O pior que poderia acontecer é ter aquela festa de casamento ideal, com uma cerimônia memorável e encarar anos à frente sendo um casal endividado.

Um casamento precisa trazer vida nova e oportunidades novas. Assim, não adianta saber quanto juntar para casar sem sanar as dívidas anteriores ou criando dívidas novas.

Então:

  • Compre apenas o que seu dinheiro pode pagar;
  • Não se comprometa com longas parcelas no cartão de crédito;
  • Não use cheques como método de pagamento;
  • Evite compras pelo crediário;
  • Não invista em luxos;
  • Não utilize o limite de créditos de seu banco;

Invista em uma vida longa ao casal!

Agora é a hora de dizer: “Sim, eu aceito!”

Encare a responsabilidade do casamento e considere a vida em casal desde os primeiros preparativos. 

Aprender como guardar dinheiro para casar vai ser apenas o primeiro desafio e, acredite, vale muito a pena. Na verdade, não precisa nem mesmo ser penoso. Olhe com leveza para suas vontades e faça com que suas metas se tornem conquistas

Essa é uma dica preciosa para começar uma nova família, com saúde emocional e financeira.

Preparamos esse artigo para você porque queremos que nossos leitores alcancem objetivos a partir da organização financeira.

Então, acompanhe nosso blog e leia outros artigos que vão fazer você mudar sua relação com o dinheiro.

 

Ah! Mais importante: se você gostou das indicações, não guarde a informação para você! Compartilhe com seus amigos, nas redes sociais e no WhatsApp.

Confira outros artigos que você pode se interessar