Como evitar gastos desnecessários: 8 novos hábitos para manter a disciplina

gastos-desnecessarios

Aprender como evitar gastos desnecessários é algo essencial no momento em que vivemos.

Para muitos brasileiros, o ano de 2021 tem servido como ponto de partida para tirar diversos planos do papel. Afinal, a pandemia do novo coronavírus trouxe muitas surpresas que nos forçaram a adiar vários planejamentos e lidar com momentos de adversidade no meio do caminho. 

Seja aquela viagem, a mudança para uma casa nova, um novo projeto estudantil, um casamento ou um planejamento de um filho, todos esses sonhos e planos envolvem grandes quantias e dependem de um planejamento bem efetuado. 

Por essa razão, saber como evitar dívidas e gastos desnecessários é sinônimo de alcançar os seus objetivos, ainda mais com a crise econômica e a pandemia.

Além disso, esses projetos demoram a ter algum progresso porque grande parte dos brasileiros tem problemas em guardar dinheiro, pois não sabem administrar bem as suas finanças. 

Sendo assim, se você deseja ter um melhor planejamento financeiro e quer evitar o consumo e gastos desnecessários, nossas dicas são: 

  1. Crie listas para seu controle financeiro;
  2. Pague as suas contas sempre em dia;
  3. Defina limites para os seus gastos;
  4. Use o cartão de crédito com cautela;
  5. Conte com a ajuda da tecnologia;
  6. Resolva antigas pendências;
  7. Defina as suas prioridades;
  8. Invista em inteligência emocional.

Para saber mais sobre cada um desses pontos e como evitar gastos desnecessários, continue a leitura e tenha mais informações!

Como a pandemia mudou os hábitos de consumo dos brasileiros?

Caso você não seja uma pessoa que carregue consigo uma dívida, provavelmente, conhece alguém assim. Essa realidade, tão comum entre os brasileiros, tem se perpetuado, se tornando quase como um traço da cultura da população brasileira.

Entre as justificativas mais conhecidas para esse problema estão:

  • falta de conhecimento sobre as suas finanças;
  • perda de emprego e instabilidade na renda;
  • hábitos incompatíveis com os ganhos;
  • dívidas com cartões de crédito.

Apesar do grande número de brasileiros que passam pela mesma situação e estão na lista de inadimplentes, no último ano, com a chegada da pandemia, o comportamento de consumo pareceu sofrer algumas mudanças no país.

Segundo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo (IBEVAR), há maiores receios por parte da população de que haja um agravamento na crise econômica do país. Isso fez com que o brasileiro pensasse mais em seus próprios gastos, reduzindo-os consideravelmente.

Esse movimento fez com que a taxa de inadimplência caísse, motivada pela falta de confiança do consumidor no mercado, mas também em todas as outras configurações as quais ele se encaixa. 

É importante pontuar que essa postura equilibrada não pode ser mantida apenas durante a pandemia, mas em qualquer situação.

Sendo assim, mudar os hábitos e aprender como evitar gastos desnecessários é essencial para manter as finanças organizadas.

O que é planejamento financeiro e por que investir nele?

O planejamento financeiro é uma forma de administração de ganhos, lucros e gastos que pode ter diversos objetivos, a depender de suas necessidades. 

Para realizar um planejamento financeiro pessoal efetivo, você pode (e deve) fazer uso de algumas técnicas e, principalmente, ter muita disciplina.

Manter um bom planejamento financeiro tem inúmeras vantagens, como, por exemplo:

  • evita o endividamento;
  • promove maior consciência pessoal e de suas finanças;
  • desenvolve habilidades de gestão;
  • cria uma maior valorização de seu trabalho;
  • incentiva o controle de consumo e gastos desnecessários;
  • garante segurança em momentos de instabilidade etc.

Apesar dos inúmeros benefícios, infelizmente, uma grande parcela da população brasileira não realiza planejamentos financeiros

Isso está intimamente ligado à falta de informação e, consequente, interesse pelo tema, o que acaba afastando as pessoas deste assunto tão importante.

Caso você faça parte desse grupo de brasileiros que não sabe como evitar dívidas e gastos desnecessários por falta de um bom planejamento financeiro, confira o próximo ponto!

Como evitar gastos desnecessários?

como-evitar-dividas-gastos-desnecessarios

Ter uma vida financeira com propósitos mais definidos, representa um grande desafio para muitos brasileiros.

Isso porque uma enorme parte da população não planeja as suas finanças, possuindo pouco ou nenhum contato com os conceitos de educação financeira

Portanto, para saber como evitar gastos desnecessários e ter uma vida financeira mais saudável,  é importante investir na mudança de hábitos. Além disso, ter um novo tipo de relação com seus ganhos e gastos é essencial. 

Para te ajudar na jornada de como cortar gastos desnecessários, confira abaixo nosso passo a passo e mude a sua realidade financeira com apenas oito dicas!

1. Crie listas para o seu controle financeiro

É de conhecimento geral que um bom planejamento financeiro está intimamente ligado com listas e um bom controle de gastos. 

Nelas, você deve inserir o máximo de informações possíveis e anotar todos os gastos fixos e variáveis que você possui, bem como seus rendimentos mensais e ganhos. 

Assim, haverá um maior controle e você não terá surpresas com a chegada da fatura, por exemplo. 

A técnica de criar listas é interessante, pois nem sempre nos damos conta de nossos gastos até calculá-los. 

Afinal, pedir um lanche algumas vezes na semana não parece tão perigoso, não é? Porém, com a soma de cada um desses pedidos, é possível chegar a valores enormes, que poderão se tornar um grande problema posteriormente. 

Sendo assim, anote todos os seus gastos e realize uma análise antes de cada planejamento, pois assim, é possível observar os seus erros e acertos e manter apenas os pontos positivos para evitar gastos desnecessários

2. Defina limites para os seus gastos

Como parte de suas listas, é importante definir alguns limites baseados em suas metas a curto, médio e longo prazo. Isto porque gastar dinheiro com itens não essenciais não deve ser um martírio, nem razão de culpa

Afinal, você possui o seu trabalho, obtém a sua renda e tem total direito de gastá-la. Entretanto, o importante é realizar esse movimento com parcimônia e equilíbrio para evitar gastos desnecessários.

Assim, ao realizar a análise das finanças para aquele mês, quinzena ou semana, defina também uma quantia específica para gastos que fujam do trivial. 

Se o seu orçamento e planejamento permitirem, não há problemas em comprar uma roupa, realizar um passeio ou comer naquele restaurante que você goste.

Porém, para se dar “esses presentes”, sempre consulte as suas finanças previamente e não dê desculpas que justifiquem os seus exageros

Ser honesto com você mesmo e suas finanças é o primeiro passo para entender como evitar gastos desnecessários e ter uma vida financeira mais saudável.

3. Pague suas contas sempre em dia

Pagar as contas em dia, além de ser um dos critérios para aumentar o score de crédito na plataforma do Serasa, também é imprescindível para quem deseja ter um planejamento financeiro melhor.

Se em um primeiro momento essa informação soa estranha, lembre-se que grande parte das empresas cobram juros altos pelos dias em atraso de suas contas. 

Sendo assim, em alguns casos, todo o planejamento mensal vai por água abaixo, pois o valor acrescido pelos juros se sobrepõe consideravelmente ao gasto determinado anteriormente. 

Dessa forma, se você deseja saber como evitar gastos desnecessários, se atenha a esse passo, mesmo que pequeno.

Ao pagar suas contas em dia, não é necessário modificar todo o seu planejamento, nem correr o risco de passar por um endividamento. Ou seja, além de mais prática, esta também é a opção mais segura para você!

4. Use o cartão de crédito com cautela

Já há muitos anos, o cartão de crédito atua como um grande vilão na vida de muitas pessoas. 

Afinal, abusar das compras é algo fácil e atrativo para muitos consumidores, porém também traz diversos problemas como os juros abusivos cobrados por grande parte dos bancos. 

Atualmente, com a popularização do item e maior facilidade de acesso por intermédio dos bancos digitais, uma maior parcela da população tem enfrentado o mesmo problema: o endividamento. Afinal, como evitar gastos desnecessários e impor um limite ao uso do cartão?

Por essa razão, apesar da enorme praticidade oferecida pelos cartões de crédito, é necessário utilizá-lo com cautela e, preferencialmente, aliado às listas de controle financeiro que você conheceu no primeiro ponto. 

Em muitos casos, é mais indicado deixar o uso dos cartões de crédito apenas para situações emergências e quando não há a possibilidade de realizar o pagamento de outra forma. 

5. Conte com a ajuda da tecnologia

Como você viu, as listas de planejamento financeiro são grandes aliadas para quem deseja saber como evitar gastos desnecessários. 

Elas podem ser feitas à mão e em papel, impressas, em planilhas virtuais, apps ou como você julgar melhor à sua necessidade.

Caso você prefira utilizar algum meio digital para realizar o controle de suas finanças, você pode usar várias plataformas, tendo opções muito mais práticas para o seu dia a dia. 

Atualmente, existem milhares de aplicativos e sites que ajudam no controle de finanças, funcionando exatamente como as listas que sugerimos no primeiro item. 

Além disso, muitas delas oferecem a opção de integrar seus cartões de crédito e débito, contabilizando seus gastos em tempo real. 

Essas ferramentas são extremamente úteis, tornando o controle e planejamento de suas finanças como algo mais comum e simples de ser realizado, a qualquer hora e em qualquer lugar. 

6. Resolva antigas pendências

Apesar de ser cada vez mais comum entre os brasileiros, ser inadimplente deve ser motivo de grande preocupação para todos. 

Afinal, ter as suas possibilidades de crédito negadas pode representar enormes complicações e limitações para quem deseja investir ou buscar novas formas de renda e trabalho.

Sendo assim, evite gastos desnecessários e renegocie as suas dívidas, mesmo as mais antigas. Isso é importante para um bom relacionamento com as agências de crédito, possibilitando assim, mais opções e possibilidades para você e o seu negócio. 

Lembre-se que anualmente, há feirões de renegociação nos quais as suas dívidas podem ser pagas com grandes descontos

Em alguns casos, é possível realizar o pagamento da dívida com apenas R$ 100. Essa alternativa traz esperança de uma vida sem pendências para milhões de brasileiros todos os anos. 

Leia também: Como sair do vermelho e pagar dívidas com desconto?

7. Defina as suas prioridades

Umas das grandes justificativas para a inadimplência é a falta de controle no momento de realizar as suas compras. Por isso, se você quer saber formas de como evitar gastos desnecessários, define sempre as suas prioridades.

Antes de realizar uma compra, pergunte-se se o item ou serviço é uma necessidade ou apenas um desejo

Faça isso todas as vezes em que for gastar dinheiro e torne as suas compras um momento mais crítico e racional. Assim, você pode refletir sobre o impacto de suas compras no seu planejamento.

8. Invista em inteligência emocional

Intimamente ligada ao último ponto, a inteligência emocional é a chave para que você não haja por impulso, mesmo nos momentos de maior desejo por comprar.

Muitas vezes, nós descontamos as nossas frustrações e exageros em nossas finanças, fazendo com que tudo saia do controle.

Porém, agir de forma racional, se questionando sobre a razão de sua vontade e se ela é, de fato, importante, pode ser a chave para que haja uma verdadeira mudança de hábito em sua vida.

Que tal mudar sua relação com o dinheiro hoje mesmo?

A ideia de investir, guardar dinheiro ou planejar projetos futuros soa como ficção na vida de diversos brasileiros. Porém, tudo isso é possível com a devida educação financeira e planejamento de gastos

Infelizmente, a falta de conhecimento faz com que muitos cidadãos apenas vejam no dinheiro uma forma de pagar as suas contas.

Dessa forma, cria-se uma relação negativa, em que se contraem dívidas fixas, trabalha-se para conseguir pagá-las e a relação não progride de maneira favorável. 

Porém é necessário ter em mente que o dinheiro é, acima de tudo, um facilitador, não o destino final de todo seu trabalho e empenho diário. 

Ao criar essa consciência, é possível agir de forma mais inteligente sobre as finanças, considerando o planejamento financeiro de forma adequada e sabendo como evitar gastos desnecessários.

A partir daí, a sua vida financeira será muito mais consistente e segura, evitando endividamentos e preocupações que fujam de seu controle.

Para saber como ter uma vida financeira mais saudável e cheia de acertos, veja o artigo que preparamos para você: Saúde financeira ruim? Conheça os 10 piores hábitos e como evitá-los.

Dinheiro com segurança e custo baixo: o brasileiro não abre mão

Colocando em prática os hábitos acima, você vai aprender como evitar gastos desnecessários e ter seu dinheiro sempre disponível. Mas quando algum imprevisto acontece, outras soluções podem ajudá-lo.

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Esperamos que nossas dicas te ajudem a conquistar uma saúde financeira ampla e cheia de realizações! 

E, caso tenha gostado do nosso conteúdo e deseje ter mais informações sempre em primeira mão, direto no seu e-mail, assine nossa newsletter agora mesmo!

Confira outros artigos que você pode se interessar