Como funciona o investimento para empresas e quais os seus benefícios?

investimento para empresas

Não há dúvidas que os investimentos nunca estiveram tão em pauta. Atualmente, não é difícil encontrarmos gurus na internet e canais que nos prometem ensinar como investir de forma segura e obter resultados gigantescos, sem nenhum tipo de risco. Porém, será que o investimento para empresas também é vantajoso? 

Afinal, quando o assunto é a compra de ações por uma pessoa jurídica, é preciso ter cuidado redobrado. Caso contrário, essa operação pode gerar grandes prejuízos e furos no caixa da companhia. 

Sabendo disso, aqui neste artigo você vai aprender tudo sobre os seguintes tópicos:

  • O que são fundos de investimento? 
  • Como funcionam os fundos de investimento para empresas? 
  • Quais as vantagens de investir com um CNPJ?
  • Quais são as aplicações para pessoas jurídicas mais comuns? 
  • Como começar a fazer investimentos para pessoa jurídica? 

Desse modo, não será difícil investir da forma correta para a sua organização e garantir o maior lucro possível. Ficou curioso para saber mais? Então, continue acompanhando e descubra tudo sobre os fundos de investimentos e aplicações com CNPJ. Boa leitura!

O que são fundos de investimento?

Em linhas gerais, podemos definir os fundos de investimento como uma carteira de ativos financeiros. Ou seja, se trata de um conjunto de ações que são compradas por investidores com o objetivo de fazer com que o dinheiro renda. 

Nesse sentido, diversas empresas possuem um grande conjunto de ações, as quais são compradas e podem valorizar ou desvalorizar com o passar do tempo ou as mudanças no mercado. 

A cada ação comprada é paga uma espécie de mensalidade, além de seguir as normas que são estabelecidas pela companhia. 

Além disso, esses fundos também costumam estabelecer taxas, sendo elas menores ou maiores de acordo com cada organização. 

É importante dizer também que todos esses processos são regulamentados pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e também pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades de Mercados Financeiro e de Capitais). 

Sendo assim, caso os investidores encontrem alguma irregularidade nos procedimentos, podem realizar a denúncia para que tudo fique dentro das normas dessas instituições. 

Como funcionam os fundos de investimento para empresas?

Quando falamos sobre fundos de investimento, a maioria das pessoas logo imagina aquele universo super complexo, cheio de mudanças e instabilidades, onde é preciso ser um verdadeiro expert para realmente fazer o dinheiro render. 

No entanto, a verdade é que os fundos são, na verdade, uma maneira prática, rápida e eficiente de investir. 

Isso porque dentro deles não é preciso comprar uma carteira e acompanhar todos os dias quais são os resultados, muito menos passar horas estudando estatística ou as oscilações da Bolsa de Valores. 

Já que, ao fazer parte de um fundo você passa a contar com as opiniões e indicações de especialistas, os quais fazem as melhores indicações para você. Sendo assim, você aumenta as possibilidades de lucrar e minimiza os riscos.

Quais as vantagens de investir com um CNPJ?

Que fazer parte dos fundos de investimento é prático e super vantajoso já foi possível perceber. No entanto, você sabia que quando se trata de investir por meio de um CNPJ essa operação gera ainda mais benefícios? 

Afinal, para as empresas é essencial manter o capital sempre em giro e, principalmente, em crescimento. 

Nesse sentido, contar com os fundos é bacana porque permite a realização de aplicações de diversas maneiras, tanto em fundos de renda fixa quanto em câmbio, ações e multimercado

Sendo assim, a empresa adquire novas possibilidades de lucro, aumentando os seus ganhos de forma rápida e constante. Além disso, tudo pode ser feito usando o próprio CNPJ da companhia, o que gera um aumento do valor de mercado. 

No entanto, é sempre importante dizer que as opções do mercado financeiro são gigantes e variam em relação a lucro e valores de liquidez, grau de risco, taxas e tributação

Portanto, é essencial que a empresa escolha um fundo que permitirá um aumento de lucro, mas sem prejudicar os valores que já existem e fazem parte da reserva financeira

Que é possível obter muito lucro através dos fundos de investimento para empresas já ficou claro. Afinal, esse tipo de aplicação permite uma rentabilidade diária, a qual tende a crescer cada vez que a empresa adquire novas ações. 

No entanto, as vantagens de investir com um CNPJ não param por aí. Confira as principais abaixo:

Investimento com baixo tributo

Sem dúvida alguma, uma das principais vantagens do investimento para empresas está no fato de que os tributos cobrados nessa aplicação são iguais para quem investe com um CPF.

Nesse sentido, o imposto de renda sobre aplicação financeira de pessoa jurídica não é alto e vale super a pena em relação ao lucro das aplicações. 

Porém, vale dizer que essa regra do imposto não vale para Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e nem para Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

Economia na contratação de funcionários

Outro ponto bem bacana é que quando a empresa resolve investir de forma particular, sem a ajuda dos fundos, normalmente se faz necessária a contratação de alguns profissionais para cuidar apenas desses negócios. 

Já com os fundos de investimento para empresas tem-se a ajuda e as dicas de um gestor profissional, dispensando totalmente a necessidade de pagar mais um colaborador para cuidar das ações. 

Indicações de um especialista

Não há dúvidas que o mercado financeiro está sempre em constante oscilação. Nesse sentido, as dicas de um profissional fazem muita diferença para não acabar saindo no prejuízo. 

Sendo assim, contar com a ajuda do gestor profissional, o qual citamos anteriormente, garante maior lucratividade e redução de riscos com as aplicações. 

Quais são as aplicações mais comuns para pessoas jurídicas?

Quando falamos sobre fundos de investimento, não é difícil saber que existem diversas opções no mercado e, como comentamos anteriormente, alternativas com diferentes riscos e lucros. 

Nesse sentido, alguns fundos se tornam mais comuns, tendo em vista que são mais seguros e possuem maior garantia de lucro, o que é essencial para empresas que não desejam perder nenhum centavo. 

Nesse sentido, entre investimentos para CNPJ mais procurados, podemos destacar os seguintes:

  • Ações na bolsa de valores;
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB);
  • Fundos de Investimentos;
  • Letra de Crédito Agrícola (LCA).

Entre todos esses, os fundos de investimento são os que mais se destacam em vantagens. Afinal, não precisam de acompanhamento constante e costumam gerar bastante lucro, tendo em vista que são monitorados por gestores especialistas no ramo. 

Porém, é sempre importante destacar que mesmo entre os fundos de investimento para empresas existem especificidades. 

Sendo assim, é preciso fazer uma pesquisa de modo a identificar as prioridades da empresa para, a partir disso, decidir qual o melhor fundo para começar as aplicações. 

Como começar a fazer investimentos para pessoa jurídica?

Como você pode perceber até aqui, fazer investimentos como pessoa jurídica é super vantajoso, tanto para obter lucro quanto para manter a empresa com capital sempre em giro. 

No entanto, para ingressar nesse ramo não basta escolher os fundos de investimento e esperá-los começar a render. É preciso planejamento e, acima de tudo, escolher uma boa carteira

Nesse sentido, alguns passos são bastante importantes para quem deseja ingressar nesse ramo com sua empresa. Acompanhe abaixo e tire todas as suas dúvidas! 

Escolha uma boa corretora independente 

Como citamos anteriormente, existem diversas corretoras que trabalham com fundos de investimento. Nesse sentido, antes de começar a obter lucros é importante pesquisar bastante até encontrar aquela que é perfeita para você. 

As corretoras independentes costumam ser mais vantajosas para as empresas que desejam investir porque possuem taxas e tributações muito menores do que os bancos tradicionais. 

Esses, apesar de serem muito mais conhecidos, na maioria dos casos não fornecem tanto lucro aos investidores, já que cobram altas taxas de administração.

Assim, muitas empresas escolhem as fintechs como gerenciadoras, pois são organizações financeiras com ideias bastante inovadoras. 

Além disso, por trabalharem de forma bem diferente aos núcleos comuns, elas oferecem maiores lucros e condições mais vantajosas para as empresas investidoras. 

Por último, vale lembrar que, mesmo que surjam propostas extremamente atraentes de todos os lados, é essencial que a corretora escolhida seja autorizada pela CVM e também pelo Banco Central. 

Quer saber mais sobre o que são as fintechs e como elas obtiveram um crescimento tão grande nos últimos tempos? Confira neste artigo: O que é Fintech? Saiba mais sobre este modelo de empresa!

Organize a documentação de investimento para a sua empresa

Quem trabalha com administração de empresas sabe que praticamente todos os processos realizados com a companhia exigem certa burocracia. A famosa “papelada” sempre precisa ser providenciada e, em alguns casos, demora algum tempo para ficar pronta. 

Nesse sentido, para fazer investimento com CNPJ também é necessário reunir alguns documentos. 

Caso contrário, a aplicação financeira para pessoa jurídica ficará irregular, o que causará alguns transtornos para a companhia, até mesmo na hora de retirar os lucros. 

Sendo assim, antes de entrar para os fundos de investimento para pessoa jurídica, tenha em mãos a seguinte documentação:

  • última alteração do contrato da companhia;
  • demonstração do Resultado de Exercício (DRE);
  • declaração do faturamento durante os últimos 12 meses;
  • balanço patrimonial da companhia. 

É importante lembrar que toda essa documentação é de fundamental importância também na hora de realizar a declaração do imposto de renda por parte da empresa. 

Nesse sentido,  caso ela não seja reunida corretamente, a empresa pode cair na malha fina e até mesmo pagar multas bem altas para o Estado. 

Entenda os seus objetivos com o investimento

Como citamos anteriormente, na hora de contratar a aplicação financeira pessoa jurídica é possível ter diversos objetivos. Afinal, as vantagens desse tipo de ação são gigantes e favorecem desde o microempreendedor até as empresas de grande porte. 

No entanto, é fato que alguns investimentos proporcionam mais lucro, porém, também possuem maior risco. 

É nesse momento que é preciso, antes de tudo, compreender o seu perfil de investidor e, a partir disso, definir qual é o melhor fundo de investimento para a sua empresa. 

Dentre os três principais tipos de perfis podemos destacar:

  • perfil conservador, onde a prioridade é por segurança máxima e o lucro fica bem abaixo dos demais. Sendo assim, não é possível ganhar muito, mas também não se perde nada;
  • perfil moderado, onde existe risco, ainda que pouco, mas a rentabilidade fica em níveis mais vantajosos. O perfil moderado é o que oferece maior equilíbrio entre vantagens e desvantagens;
  • perfil arrojado, onde os riscos são grandes, mas as oportunidades de lucro são maiores ainda. Sendo assim, aceita-se perder algumas quantias para ganhar outras melhores a longo prazo. 

Cada perfil desses se adequa a um tipo de empresa e deve ser muito analisado antes de iniciar com a aplicação financeira pessoa jurídica.

Quer saber mais sobre os investimentos de baixo risco que podem te trazer bons lucros? Acompanhe neste artigo: Investimentos de baixo risco: conheça as melhores opções do mercado

Busque diversificar os seus investimentos

Como comentamos acima, diversos fatores devem ser levados em conta na hora de escolher um investimento, tais quais liquidez, taxas e tributação, por exemplo. 

Por esse motivo, uma das dicas mais bacanas para as empresas que desejam investir é não focar só em um tipo, mas diversificar entre diversos fundos. 

Com isso, consegue-se trabalhar com possibilidades e variedades muito maiores, sendo assim, caso existam imprevistos, dificilmente a empresa perderá todo o seu capital investido. 

Além disso, vale buscar também por investimentos que possuam liquidez diária além daqueles que proporcionam lucros somente a longo prazo

Assim, tem-se a garantia de uma boa quantia mais a frente, mas também de um aumento do capital, ainda que pequeno, todos os dias.

E aí, já está pronto para realizar as suas primeiras aplicações como pessoa jurídica? Se sim, atente-se a todas as nossas dicas sobre investimento para empresas e aproveite os seus lucros! 

 

E para continuar por dentro dos melhores conteúdos sobre finanças, assine a newsletter do nosso blog! Aproveite e visite o nosso site, para ficar sempre atualizado com dicas incríveis para fazer o seu dinheiro render muito! 

Confira outros artigos que você pode se interessar