O que é CFD, como funciona e quais os ganhos?

o que é CFD

No mercado financeiro, há diferentes opções de investimento que podem atrair as pessoas. Mas, principalmente para iniciantes, alguns termos são confusos e é difícil saber por onde começar. Um destes termos é o CFD, você sabe o que ele significa?

CFD é a sigla de Contract for Difference, ou, em português, Contrato Por Diferença. Trata-se de um contrato assinado entre uma parte compradora e a outra vendedora . Neste contrato, ambos se comprometem a pagar a diferença entre o preço no momento da abertura do contrato e o valor de seu fechamento. 

 Em resumo, com um CFD, é possível investir em ações sem a necessidade de deter esses ativos. Assim, a diferença verificada ao final da operação é então liquidada entre as duas partes do contrato. 

Mas, quais as vantagens desse investimento? Os CFDs são opções bem acessíveis para a maioria dos traders e podem oferecer benefícios tanto em mercados em alta quanto em baixa. 

Se você é um iniciante no universo de investimentos e conhece apenas a poupança, sugerimos a leitura deste texto aqui para conhecer também outras opções.

Ficou interessado no CFD? Acompanhe o post de hoje e entenda como o CFD funciona e quais seus principais ativos e ganhos. Vamos lá?

O que é CFD e como funciona?

CFD é um tipo de investimento classificado como derivativo, o que significa que é um instrumento financeiro cujo valor é derivado de outro ativo base. Normalmente, eles se baseiam na movimentação dos preços de divisas e em certos índices externos que geram ganhos ou perdas ao negociador.

Por meio dele, não é necessário que o investidor realize a compra ou venda, porém sua operação ainda possui riscos e oscilações consideráveis. Por isso, é considerado uma opção para investidores que possuem perfil ousado.

No entanto, os Contratos Por Diferença são considerados versáteis e, nos últimos anos, têm sido uma ótima opção para investidores de varejo terem acesso aos mercados globais por oferecerem potencial de altos retornos.

O que é e como funciona o CFD trader?

O CFD trader é justamente o comerciante que negocia os Contratos Por Diferença. Assim, dependendo da posição tomada, ele terá lucro ou prejuízo se o preço do ativo subir ou descer.

Para se tornar um CFD trader é necessário seguir os seguintes passos:

  1. Abrir uma conta de trading com uma corretora de Contratos Por Diferença;
  2. Escolher um ativo que deseja negociar na plataforma CFD da corretora;
  3. Analisar se o preço do ativo escolhido tem maior probabilidade de aumentar ou diminuir.

Por se tratar de um investimento de risco, pessoas iniciantes no CFD podem abrir contas de negociação DEMO para iniciar as negociações com dados reais do mercado, sem arriscar seu dinheiro. Há diversas ferramentas online disponíveis no mercado, como a ProfitChart. Desse modo, é possível desenvolver as habilidades e técnicas de trading antes de investir de verdade.

O funcionamento do CFD

Agora que você já sabe o que é CFD, deve entender como funciona a negociação desse contrato. Ela consiste na compra ou venda de um número de unidades de acordo com a evolução do curso de um determinado produto, seja ele para cima ou para baixo.

Assim sendo, o CFD reflete o valor do preço desse mesmo ativo. Dependendo da posição tomada, as partes poderão ter lucro ou prejuízo se o preço do ativo subir ou descer. 

Isso significa que para cada ponto de evolução de curso à favor do comprador, o resultado é igual ao número de unidades subscritas multiplicadas pelo número de pontos conforme a evolução do curso. Para cada ponto atual de evolução de curso à desfavor, o comprador sofre uma perda, e é o vendedor que desconta a diferença.

Tipos e características do CFD

Há alguns tipos de Contrato Por Diferença disponíveis para os investidores. São eles:

Os CFDs podem ser divididos em duas grandes categorias. A primeira é formada por contratos contínuos e diz respeito a uma ação, índices de uma uma ação, ETF ou ETC.

Enquanto isso, a segunda é formada por contratos com um prazo de validade. Nesta opção estão os contratos de commodities, bonds e forex. 

Como  operar um CFD?

Antes de operar um CFD, há alguns aspectos fundamentais que todo investidor iniciante deve conhecer. Gestão de risco e plano operacional devem fazer parte da vida de todo trader ao operar estes contratos derivativos.

Portanto, para operar um CFD é importante seguir as seguintes dicas:

1. Adquira conhecimento

O principal passo é pesquisar sobre o assunto e realizar simulações antes de iniciar seus investimentos, caso contrário, as chances de se perder todo o seu capital são grandes.  

2. Aprenda a operar comprado e vendido

Uma vantagem de se operar um CFD é que o trader pode criar exposição comprada e vendida em todos os ativos, de todos os mercados que a corretora oferece.

3. Conheça os riscos dos mercados e seus ativos antes de operar

Muitos iniciantes tendem a se arriscar sem conhecer de fato seus ativos e riscos. Portanto, antes de tomar uma decisão, é importante estudar todas as expectativas e riscos existentes.

É necessário que o trader verifique com sua corretora o horário de funcionamento, as especificações dos contratos, ambiente de negociação e saber se está operando um contrato derivativo.

Ao começar a operar os CFDs, muitos traders iniciantes acabam julgando que conhecer os pontos de entrada e saída é a chave para o sucesso. No entanto, não é bem assim, é fundamental focar na preservação do capital, afinal, sem nenhum capital, não é possível operar um CFD. Portanto, é crucial fazer simulações e pesquisas antes da tomada de decisão. 

Quais os principais ganhos de operar em CFD?

O Contrato Por Diferença oferece muitas vantagens em comparação a outros tipos de ativos graças a sua versatilidade e acessibilidade. 

Conheça os principais ganhos de operar em CFD:

1. Ganhos tanto em mercados em alta ou em baixa

Por meio do CFD é possível se beneficiar de mercados tanto em crescimento quanto queda. 

2. Alavancagem

Uma das peças-chave do CFD, pois é necessário apenas aportar um percentual reduzido do valor de um ativo para poder contar com uma exposição total sobre seu preço. Assim, os benefícios podem ser muito maiores do que o preço pago pelo contrato.

3. Comissões e chamadas de margem 

Os CFDs normalmente são isentos de comissões de intermediação e estão livres das ineficiências das negociações feitas diretamente na bolsa. Desse modo, é possível conseguir negociar CFDs com requisitos de margem muito atrativos.

4. Disponibilidade 24 horas por dia

O mercado de CFD opera 24 horas por dia, 7 dias por semana. Assim, o trader pode operar com CFDs a qualquer momento e ter influência sobre o mercado.

5. Liquidez 

Com o CFD, você estará operando no maior mercado financeiro do mundo (seja commodities, índices, bolsas, etc) com diferentes características e liquidez.

Como você pôde perceber, para investir corretamente nesse ativo, não basta saber o que é CFD. Para se tornar um trader, é necessário muita pesquisa e simulação antes de operar. Portanto, se você está iniciando nesse universo, não fique com muitas opções abertas, conheça todas as condições.

 

Quer receber mais conteúdos sobre o mercado financeiro em primeira mão? Assine nossa newsletter!

Confira outros artigos que você pode se interessar