Organize o seu orçamento com a planilha financeira do Xerpay

planilha financeira xerpay

A cada mês é uma surpresa, os dias vão passando, a vida vai seguindo, as necessidades vão surgindo e, de repente, você está pagando a sua compra no supermercado e aparece a indigesta mensagem: “Transação não autorizada”. 

Aí vem aquele desespero: onde foi parar o meu dinheiro?! Com o uso de uma planilha financeira esse tipo de situação nunca mais se repetirá. Já que a organização do seu orçamento mensal fica muito mais fácil, se você souber usar as ferramentas digitais a seu favor

Para controlar o orçamento e não ser surpreendido com situações embaraçosas ou imprevistos disponibilizamos para os nossos leitores um modelo de planilha financeira

Acompanhe a seguir como e por que utilizar esse tipo de ferramenta para uma gestão financeira pessoal eficiente.

Se você também quiser dicas sobre como realizar um planejamento anual, leia o artigo Planejamento anual pessoal: aprenda como fazer planejamento do ano

Confira agora como utilizar a planilha financeira da Xerpay. Boa leitura!

Qual a importância da organização financeira?

Organizar as entradas e saídas de dinheiro a cada mês é algo imprescindível para qualquer um que deseja ser um consumidor consciente e queira evitar a inadimplência e manter as contas em dia.

Se você trabalha no regime CLT e ganha um salário mensal fixo, o processo de organização financeira é mais simples, pois a única variável está em para onde vai o dinheiro.

Agora, aqueles que são empreendedores, de pequeno ou médio porte, e não têm a possibilidade de contratar os serviços de um contador possuem duas variáveis, pois há variação também nos lucros mensais.

Assim, independentemente de sua renda mensal, saber quanto entra de dinheiro em sua conta, quanto sai e quais são os seus gastos é de extrema importância. 

Benefícios da organização financeira

Apesar dessa prática não ser comum entre os brasileiros, é uma medida que precisa ser adotada por todos. Mas, por quê?

  1. Saber o valor exato que você tem para gastar evita que você faça investimentos que são impossíveis de bancar.
  2. O investimento feito de maneira correta pode ser definitivo para seu sucesso tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Por outro lado, um investimento mal feito pode gerar uma dívida que desestabiliza sua vida financeira por anos e isso implica no seu acesso ao crédito como consumidor.
  3. Elaborar seu orçamento mensal e o destino de sua renda é uma prática que envolve educação financeira. Algo importante  para tornar-se um consumidor consciente.
  4. A consciência do seu poder de compra ajuda a não comprar nada por impulso e também é uma medida que auxilia em sua saúde psicológica, diminuindo a ansiedade financeira.
  5. Educação financeira é algo que, infelizmente, não se aprende na escola, então é necessário conhecer as ferramentas disponíveis para que saibamos administrar nossa renda de acordo com as necessidades cotidianas reais.
  6. Com uma organização financeira eficiente é possível comprar aqueles itens que são sonhos de consumo sem comprometer as outras necessidades. 

O Xerpay deseja que os nossos leitores sejam financeiramente saudáveis e felizes, isso implica em reflexos na vida pessoal, profissional, na saúde mental e física. 

Dessa maneira, apresentamos abaixo a planilha financeira do Xerpay, uma maneira prática de controlar seus lucros e despesas para um dia a dia tranquilo e sem surpresas.

Como organizar uma planilha financeira?

Já sabemos a importância em manter o controle de suas finanças pessoais, algo inegável em nosso país, em que as legislações estão em constante mudança e em que a situação financeira nacional está sempre oscilando.

Mas a pergunta que fica é: como fazê-lo?

Poucos têm o domínio das ferramentas digitais e menos pessoas ainda sabem quais informações são necessárias para realizar a gestão financeira pessoal.

Diante disso, desenvolvemos dois tópicos adiante, com explicações simples e precisas, para que você possa realizar sua própria gestão financeira através de planilhas. Confira agora!

Separe os seus dados

O primeiro passo para você elaborar a sua planilha financeira é saber o quanto você recebe mensalmente e o quanto você gasta

Isso envolve:

  • Saber seu lucro líquido mensal, ou seja, quanto dinheiro você tem livre para gastar como quiser. Para isso é necessário saber quanto você recebe por mês e quanto desse dinheiro é destinado à impostos.
  • Saber o quanto você gasta mensalmente com contas fixas essenciais, tais como: aluguel, luz, água, internet, alimentação, saúde, entre outros.
  • Saber quanto você gasta por mês com contas fixas não-essenciais, tais como: academia, plano de TV a cabo, associação em clubes, assinaturas de jogos, entre outros.
  • Saber quanto você gasta por mês com contas variáveis não-essenciais, tais como: serviços de delivery, a lembrancinha de dia das mães (por exemplo), combustível, idas ao cinema, adquirir um novo celular da última geração, entre outros. 
  • Saber quanto você gasta por mês com compras extras, tais como: uma roupa nova quando você estava saindo para comprar alimentos, um livro novo que você não pretende ler imediatamente, aquele enfeite de decoração da casa, que você ama, mas não é necessário, enfim, as compras por impulso.

Para fazer esse mapeamento você precisa ter em mãos os extratos de entrada de dinheiro em sua(s) conta(s), os extratos de compras com cartão de débito, as faturas de cartão de crédito e todos os boletos mensais.

Com isso, você pode determinar uma cor para cada um dos itens listados acima e pintar cada compra, cada parcela, cada boleto, cada extrato de acordo com a classificação em que se encaixa.

Coloque os dados na planilha, separando-os por categorias

Todas essas informações podem ser organizadas em um só documento. Essa atitude vai te ajudar a:

  • Visualizar cada uma das entradas e saídas de maneira comparativa e proporcional;
  • Identificar com a quê está sendo destinada a maior parte do dinheiro;
  • Selecionar quais gastos são dispensáveis ou substituíveis;
  • Perceber a possibilidade de uma margem de economia para reservar dinheiro mensalmente na poupança;
  • Saber quanto você tem disponível no orçamento para novas compras e parcelas que não resultem em endividamento.
  • Consultar e atualizar com facilidade qual sua situação financeira, para não fazer investimentos improvisados sob pressão, nem ser surpreendido na boca do caixa por um crédito/débito não aprovado.

Para isso, o Excel é um ótimo programa. Ele permite a organização em tabelas, a diferenciação por cores, a comparação de dados, em um documento online e editável em tempo real e em qualquer lugar que você esteja.

A fim de facilitar sua vida, preparamos uma planilha para você

Acesse no link e confira todos os detalhes dessa nossa novidade!

A partir dela você precisará apenas inserir os dados que você selecionou dentre os documentos bancários e que você classificou em categorias.

Você pode baixar a planilha em seu computador ou fazer uma cópia do arquivo no seu drive pessoal e começar hoje mesmo a realizar sua planilha financeira!

Organize as suas finanças, torne-se um consumidor consciente e viva com leveza e sem dor de cabeça!

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais! Aproveite e nos siga no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, assim você não perde nenhuma das nossas novidades!

Confira outros artigos que você pode se interessar