Principais doenças do trabalho e como evitá-las

Principais doenças do trabalho e como evitá-las

Já parou para pensar que aquela dor que você sente nas costas, principalmente na região lombar, pode ter surgido por conta da sua atividade profissional? Essa é apenas uma das principais doenças do trabalho. Saber como evitá-las é a melhor forma para não ter piores complicações.

Às vezes, quando começamos a sentir uma dor nas costas, nas articulações ou até nos ouvidos, achamos que pode ser algo momentâneo. Afinal de contas, quem nunca sentiu uma dorzinha nas costas, não é mesmo? 

É aí que mora o perigo. As principais doenças do trabalho são assim: silenciosas. Porém, esse desconforto que parece muitas vezes um mau jeito, pode causar algo bem maior no futuro, caso não seja tratado logo. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgada pelo G1, entre os anos de 2012 e 2020, a cada 15 segundos, um trabalhador morreu por doença do trabalho ou acidente laboral. 

Desse total, 21.467 eram brasileiros — isso significa que a cada 100 mil empregos formais, seis pessoas morreram. A maior incidência aconteceu no estado de São Paulo, como mostra o mapa a seguir:

distribuição de casos no brasil

Fonte: G1

Sabendo desses números você deve estar se perguntando… Mas… 

O que é doença do trabalho?

Para ser considerada uma doença do trabalho é preciso demonstrar que a atividade, a profissão ou o meio de trabalho foi determinante para o agravamento ou surgimento de um problema de saúde. 

Basicamente, a doença do trabalho é aquela que você adquire ao exercer sua função no emprego, e também pode estar relacionada ao ambiente no qual você está inserido. 

A Portaria nº 1339 do Ministério da Saúde lista todas as doenças do trabalho, mas algumas acometem um número maior de pessoas, são as principais doenças do trabalho, veja quais são abaixo e a seguir como evitá-las. 

Principais doenças do trabalho e como evitá-las?

1. Estresse pelas condições de trabalho

Metas absurdas de serem alcançadas, alta competitividade no trabalho, demandas abusivas causando muitas horas extras são algumas situações que podem desencadear o estresse no trabalho. 

Uma das formas de evitar essa doença é se policiar para não cair nas suas próprias armadilhas de se cobrar além do necessário. Além disso, a ajuda de um profissional para cuidar da sua saúde mental também é uma ótima forma de prevenção. 

Isso porque se um estresse não for tratado, pode desencadear uma outra doença, considerada  ainda mais séria: a Síndrome do Burnout. 

2. Síndrome de Burnout 

Uma das principais doenças no trabalho é a Síndrome do Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional. O Burnout é um esgotamento é um sintoma de esgotamento frente a um estresse crônico

Uma das maneiras de evitar o Burnout é manter um descanso ativo. Isso significa desempenhar alguma atividade que seja mental e fisicamente estimulante.

Brincadeiras, jogos fisicos e mentais, e exercício físico, são ótimas formas de recarregar as energias.  Ou seja, encontre algo que te motive fora do trabalho. 

Além disso, ter uma boa noite de sono de qualidade, evitando a insônia, também ajuda a prevenir essa doença. 

3. LER e DORT

O diagnóstico de LER (lesão por esforço repetitivo), também conhecido como DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho), acontece quando a repetição do trabalho é realizada de uma forma ininterrupta, causando uma tendinite, bursite ou qualquer alteração no sistema musculoesquelético. Ou seja, a doença é causada por conta da repetitividade de movimento em ritmo acelerado e com poucas pausas. 

Os profissionais que estão mais sujeitos a desenvolverem o LER são bancários, pessoas que usam o computador por horas sem descanso, telefonistas, caixas de supermercado, costureiras, metalúrgicos e trabalhadores de linha de montagem. 

Uma das maneiras de evitar essa doença é ter um momento adequado de repouso e fazer exercícios físicos para que os tendões não se inflamem. 

4. Lombalgia e dorsalgia 

Ficar por muito tempo na mesma posição durante o trabalho, carregar mais peso do que suportamos ou sentar de forma inadequada são fatores que podem desencadear as famosas dores nas costas. Essas dores, quando não tratadas, podem evoluir para lesões graves na coluna. A lombalgia é uma das doenças que mais afasta pessoas do trabalho. 

A principal forma de evitar essas doenças do trabalho é corrigindo a postura ao sentar, e não ficar por muito tempo na mesma posição. Além disso, outras formas de não sobrecarregar a coluna é não carregando mais do que 10% do peso corporal e praticar atividade física

Entre os profissionais que são mais acometidos por essas doenças, precisando recorrer ao atestado médico para se ausentar do trabalho estão: as pessoas que trabalham com carga e descarga, estoquistas, enfermeiras, cuidadoras e faxineiras. 

Causas gerais das principais doenças do trabalho

Ao ver as principais doenças do trabalho e como evitá-las, você deve ter percebido que muitas delas são causadas por fatores semelhantes, e, inclusive, uma pode provocar outra. 

Como não existe um remédio específico para cada uma delas, conhecer as causas dessas doenças é uma forma de identificar se você corre riscos de ter uma doença do trabalho. 

Embora cada uma possua sua particularidade, algumas causas são mais comuns, como: 

  • alta competitividade; 
  • trabalhador cada vez mais absorvido pelo trabalho;
  • pressão; 
  • falta de intervalos;
  • movimentos ininterruptos e repetitivos. 

Qual o papel das empresas?

Para evitar as principais doenças de trabalho, é imprescindível que o empregador realize uma boa gestão de pessoas e ofereça um ambiente de trabalho tranquilo e produtivo.

Além disso, programas de valorização dos funcionários, que não estejam relacionados com metas, também ajudam a evitar as principais doenças do trabalho, como estresse, depressão e Burnout. 

Outras medidas, relacionadas à ergonomia do ambiente de trabalho, como a oferta de cadeira confortável e mesa com altura adequada são formas de prevenir doenças como lombalgia e dorsalgia. Parece algo simples, não é mesmo? Mas muitas pessoas estão submetidas a condições inadequadas de trabalho. 

Existem empresas, no entanto, que estão atentas à qualidade e bem-estar do funcionário e investem em ginástica laboral durante o expediente de trabalho, e também oferecem apoio psicológico e análise para o colaborador cuidar da sua saúde mental

Agora que você já conhece as principais doenças do trabalho e como evitá-las, deve ficar atento a qualquer pequeno sinal de uma doença de trabalho. Quanto mais cedo você sentir que algo de errado está acontecendo no seu corpo, melhor será seu tratamento. 

E para momentos como esse você pode contar com a cuidar.me, inclusive se você não tem plano de saúde e também não quer gastar muito. Isso porque, com o plano de saúde individual e hospitalar você consulta com profissionais experientes 24 horas por dia e 7 dias por semana via Telemedicina. Entre os serviços oferecidos, estão: 

  • consultas, 
  • renovações de receita, 
  • encaminhamento de cirurgia,
  • acompanhamento. 

Além disso, a cuidar.me também oferece a proteção necessária em caso de urgências e emergências, incluindo atendimento hospitalar de qualidade em internações ou cirurgias. 

Confira outros artigos que você pode se interessar