Sedentarismo no trabalho: o que é e como combatê-lo?

sedentarismo-no-trabalho

Não é segredo que os hábitos da vida moderna contribuem para uma rotina sedentária. Passamos tempo demais dentro de carros e concentrados em nossos smartphones. O dia a dia nos escritórios agrava a situação com os funcionários o dia todo sentados na frente do computador. Diante disso, é preciso pensar em alternativas para evitar o sedentarismo no trabalho.

Além de prejudicar a saúde dos colaboradores, esse problema também afeta a produtividade e os resultados do negócio.

Pensando nisso, reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber para entender como o sedentarismo no trabalho acontece e as maneiras de tornar seus funcionários mais ativos. Se interessou? Continue a leitura!

O que é sedentarismo no trabalho?

Sedentarismo no trabalho é a escassez ou ausência total de atividades físicas, caracterizado pelo gasto calórico reduzido. Em muitos casos, o problema é acompanhando de dietas pouco balanceadas ou tabagismo, elevando ainda mais os danos à saúde.

Quando existem problemas de sedentarismo no local de trabalho, tanto os funcionários quanto o negócio saem perdendo. 

A boa notícia é que o estímulo aos exercícios físicos pode ajudar a evitar essas situações. Segundo uma pesquisa da Universidade da Carolina do Leste, um aumento de apenas 5% nas atividades dos colaboradores pode reduzir significativamente os custos com saúde e queda de desempenho.

Quais as consequências do sedentarismo no trabalho?

De acordo com a revista médica The Physician and Sportsmedicine, despesas referentes a problemas de saúde podem chegar a US$ 330 (aproximadamente R$ 1.821,60) anuais por colaborador. Isso sem contar as consequências dos custos indiretos como:

  • compensação de faltas;
  • queda de produtividade;
  • doenças crônicas como diabetes e alguns tipos de câncer.

Por prejudicar a saúde, a falta de exercícios físicos pode gerar um alto volume de faltas e licenças médicas na equipe. Para suprir essas ausências, a empresa acaba tendo que contratar funcionários temporários, o que aumenta os gastos com folha salarial.

Em um segundo cenário, se não houver reposições na equipe, será necessário redistribuir as tarefas da pessoa ausente, o que causa sobrecarga no time e queda de qualidade no serviço.

Mesmo se a pessoa sedentária não precisar faltar, a produtividade ainda é prejudicada. Lembre-se: nenhum funcionário renderá o esperado se não estiver em plenas condições físicas e psicológicas.

Como resolver problemas de sedentarismo no trabalho?

Existem diversas medidas que podem ser tomadas para evitar o sedentarismo no trabalho. Assim, a organização contribui para estimular novos hábitos nos funcionários e cuidar da saúde da equipe.

A seguir, confira as principais ações que podem ser implementadas para tornar os colaboradores mais ativos.

1. Incentive o uso da escada

Ações simples podem trazer ótimos resultados em relação ao sedentarismo no trabalho. Se os ambientes da empresa forem divididos por andares próximos, incentive que os colaboradores se desloquem pela escada.

Pode parecer insignificante, mas subir e descer os degraus diariamente trabalha os músculos das pernas, ajuda no controle de peso e aumenta a resistência.

Mesmo que os andares sejam distantes, ainda é possível fazer uma parte do trajeto de escada e depois continuar pelo elevador.

2. Estimule o uso da bicicleta e do transporte coletivo

Quem mora perto do trabalho pode ir e voltar de bicicleta. Para favorecer esse hábito, tenha no escritório banheiros com duchas para quem quiser tomar banho ao chegar.

Instale também armários para que esses funcionários possam guardar suas mochilas com as roupas usadas no deslocamento.

Outra boa maneira de reduzir o sedentarismo no trabalho é fazer campanha pelo uso do transporte público no trajeto. Dessa forma, pelo menos uma parte do caminho será feita a pé, fazendo com que os funcionários se tornem fisicamente mais ativos.

Além dos ganhos para a saúde, ao usar o transporte público ou a bicicleta, o colaborador também ajuda a preservar o meio ambiente e ainda evita o estresse do trânsito caótico.

3. Tenha convênios com academias

Uma das melhores formas de evitar o sedentarismo no trabalho é firmar parcerias com academias. Se o acesso à atividade física for barato e próximo de casa ou do trabalho, com certeza os colaboradores ficarão mais propensos a iniciar esse novo hábito.

Para aumentar o engajamento, faça uma pesquisa para levantar quais tipos de esportes os funcionários praticam ou gostariam de praticar.

Com base nas respostas, é possível elaborar um plano de atividades de acordo com as necessidades dos empregados e o orçamento da empresa.

4. Promova grupos esportivos

Outra boa iniciativa para evitar o sedentarismo no trabalho é promover atividades físicas fora do escritório após o expediente como aulas de dança e jogos de futebol.

Além de estimular a prática de esportes, também é uma excelente maneira de integrar a equipe e cuidar da saúde mental dos funcionários.

5. Ofereça ginástica laboral

Atividades dentro do escritório também são muito indicadas para tornar os funcionários mais ativos e evitar o sedentarismo no trabalho.

Sessões de ginástica laboral, como aulas de alongamento, fazem com que a equipe se mexa um pouco e volte mais relaxada para continuar o expediente.

Leia mais: Como a ginástica laboral nas empresas pode gerar melhores resultados nos negócios?

6. Promova a alimentação saudável

Todos esses incentivos à atividade física devem ser acompanhados por um programa de alimentação saudável na empresa.

Ações simples como oferecer uma cesta de frutas todas as tardes já ajuda muito a combater o sedentarismo no trabalho, além de representarem um benefício altamente relevante.

Se a empresa tiver refeitório próprio, melhor ainda. Monte um cardápio saudável acompanhado por uma equipe de nutricionistas, a fim de melhorar a saúde e o bem-estar de toda a equipe.

Campanhas nos meios de comunicação internos são uma boa medida para informar o time sobre a importância de ser ativo fisicamente e se alimentar bem. 

Dicas sobre tabagismo e qualidade do sono, por exemplo, também podem ser incluídas nesses conteúdos. Assim, a empresa contribui não apenas para reduzir o sedentarismo no trabalho e sim para elevar o nível de saúde como um todo entre os colaboradores.

Ajude seus funcionários a trabalharem melhor

Sabia que mais da metade das pessoas não procurou outra solução antes de cair no cheque especial?

Já pensou em oferecer uma solução direta para os problemas financeiros da sua equipe para que eles não precisem recorrer às alternativas mais caras do mercado?

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Agora que você já está por dentro dos riscos do sedentarismo no trabalho, que tal colocar o que aprendeu em prática?

Conscientize os funcionários sobre a importância dos exercícios físicos e adote medidas eficazes para torná-los mais ativos fisicamente. Dessa forma, você garante que a sua equipe esteja sempre saudável e altamente produtiva.

Se você gostou do artigo, siga-nos nas redes sociais e acompanhe em primeira mão os nossos próximos conteúdos. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar